segunda-feira, 25 de fevereiro de 2008

O azinheiragate pelo Professor Doutor Mário Lousã

Transcrevo na íntegra um texto que o Professor Doutor Mário Lousã (ISA) escreveu acerca do caso das azinheiras, o seu currículo fala por si e este texto está simplesmente brilhante na minha humilde opinião:

«Ainda o atentado contra o azinhal da Serra de Ariques (Alvaiázere)
Por Mário Lousã*


Azinhais bons sobre calcários já são raros. Desenvolveram-se desta maneira pois quando os solos são de fraca espessura, mesmo que a precipitação seja elevada, a água das chuvas infiltra-se rapidamente através das fissuras das rochas pelo que as árvores vivem em condições de grande secura. A cobertura arbórea típica é assim de azinheiras nesta zona do País constituindo uma série endémica (exclusiva) do Centro de Portugal denominada Lonicero implexae-Querco rotundifoliae sigmetum. Uma série é todo um conjunto de comunidades que se sucedem no tempo evoluindo para uma etapa, geralmente arbórea, em equilíbrio com o meio. Quando os solo derivados do calcário têm maior espessura a formação arbórea característica é de cercal, muito abundante no Centro do nosso País. A azinheira é uma espécie protegida da nossa flora.
Além disso naqueles azinhais aparecem importantes comunidades, especialmente de orquídeas, que constituem um habitat prioritário de conservação. O Sítio de Importância Comunitária da Rede Natura – Sicó-Alvaiázere - está razoavelmente bem preservado pelo que, devido às características próprias dos seus litossolos, foi incluído na Rede de Sítios a conservar pois ainda tem algumas boas formações arbóreas autóctones semi-naturais.
O azinhal da Serra de Ariques está em zona de baldios. Segundo a Lei 68/93 de 4 de Setembro “os baldios são terrenos possuídos e geridos pelas comunidades locais, que são constituídas pelo conjunto de moradores de uma ou mais freguesias que, segundo os usos e costumes, têm direito ao uso e fruição do baldio.” A exploração destes azinhais é portanto para beneficio das populações que ali habitam o que não nos parece que seja o caso. Então para que é que seria a destruição levada a efeito? Para proteger a população dos fogos? Mas as populações estão relativamente longe. Mas para quê? Para abrir o azinhal depois de um fogo sofrido há alguns anos? Mas porquê só agora? Para limpar o azinhal? De quê? Para ser mais uma porta de entrada para a colocação de lixos das construções, de utensílios que se estragaram, de pneus ou de cartuchos de caçadeira? Não será antes para justificar uma batida aos javalis realizada no dia 19 de Janeiro conforme os cartazes afixados em Alvaiázere! Que benefício para as populações da Serra de Ariques trouxe este evento? Pensamos que nenhum. Percorremos há uma semana todo o estradão (há outro aberto há uns anos atrás mas mais pequeno e possivelmente com os mesmos fins) e vários ramais até ao local onde abruptamente pára, devido possivelmente ao alarido que esta notícia estava a provocar. Fizémos a contagem do número de azinheiras abatidas entre pequenas, médias e grandes e totalizavam alguns milhares de exemplares. Ainda vimos azinheiras grandes cortadas com os ramos por cima da base dos troncos. Para esconder o quê? E outras grandes cortadas que o estradão passou por cima. E quantos lapiás (rochas calcárias de grandes dimensões isoladas entre si) destruídos? Se, como diz a Câmara Municipal de Alvaiázere nas notícias, que tudo era legal então porque pararam a continuação da abertura do estradão? Ainda havia azinhal para “limpar”!...
Quem terá autorizado esta mortandade? Que serviços oficiais? Esperemos que alguém seja chamado à responsabilidade!...
Não valerá a pena preservar o que de melhor, mais característico e com mais potencialidades existe no concelho de Alvaiázere? Em todo o Mundo procura-se conservar a natureza pois o turismo, no próximo futuro, é o do Ambiente. Muito países já viram isso. Em Alvaiázere estraga-se! Mesmo em concelhos limítrofes do de Alvaiázere procura mostrar-se o que a natureza tem de melhor através da construção de trilhos de observação do património. Em Alvaiázere nada e ainda por cima se estraga. Outros concelhos não tão ricos em património natural gostariam de ter o que tem Alvaiázere! Aqui os responsáveis ainda não se aperceberam!
Felizmente há algumas pessoas no concelho de Alvaiázere que tentam conservar o património natural para legar aos nossos descendentes uma natureza equilibrada e auto-sustentável. Infelizmente a maior parte das pessoas ainda não pensou nisso ou nem sequer está interessada. Será na próxima geração que isso acontecerá? Ainda se irá a tempo?

* Professor do Instituto Superior de Agronomia»


http://www.al-baiaz.web.pt/
http://www.isa.utl.pt/home/node/373

Depois de lido este texto, elaborado por uma pessoa que além de ser profundo conhecedor de Alvaiázere e da Serra de Ariques é nada mais nada menos do que uma das mentes mais brilhantes da Botânica em Portugal, apenas posso dizer que há em Alvaiázere "alguém" que anda a engolir um sapo do tamanho do mundo! As coisas estão à vista e a verdade marcha....
Parece que o "aprendiz de ambientalista" (como ele carinhosamente me chamou) está a dar-lhe cartas e a dar uma grande lição de vida!!
Como diria Fernando Pessa:
E esta hein?!

terça-feira, 19 de fevereiro de 2008

Recortes de Jornal do caso Azinheiragate

Mais do que andar aqui a escrever textos aborrecidos e com termos demasiado técnicos, decidi disponibilizar a todos, os recortes de jornal que recolhi até agora sobre o caso das Azinheiras, faltam-me apenas quatro ou cinco, que nalguns casos são praticamente iguais aos que aqui se encontram, à excepção do referente a 19 de Dezembro de 2007.
Antes de iniciarem a visualização dos recortes de jornal, deixo-vos com uma citação que considero fabulosa:


" A verdade marcha e nada conseguirá detê-la"

Autor: Zola, Émile



1 - Diario as Beiras 14 Dezembro

2- Diario as Beiras 19 de Dezembro



3 - Região de Leiria 21 de Dezembro

4 - Jornal Horizonte 1 de Janeiro



5- Diario as Beiras 3 de Janeiro

6- Jornal de Leiria 10 de Janeiro


7- Regiao de Leiria 18 de Janeiro



8- Jornal de Leiria 24 de Janeiro

9- Jornal Horizonte 1 de Fevereiro



Para finalizar esta questão dos recortes de jornal, deixo-vos com outra citação brilhante:

"A maior das homenagens que podemos prestar à verdade é utilizá-la"

Autor: Emerson, Ralph

terça-feira, 12 de fevereiro de 2008

O caso "Azinheiragate" - algumas considerações



Azinheiragate, uma história memorável!!

Não resisti a começar a escrever neste blog a história que vai marcar Alvaiázere por muitos e muitos anos. Esta história marca uma viragem de 360 º pelos lados de Alvaiázere, já que está a fazer com que todas as pessoas que discordam do rumo que Alvaiázere está a tomar, se agrupem por uma causa que é de todos nós. Além disso está a revelar o lado mais obscuro de gente que vivia ainda das aparências, que cultivava a imagem do "politicamente correcto" e que até à pouco tempo pensava-se impune, sem que houvesse algum corajoso que se metesse no caminho deles...

Antes de iniciar a narração da primeira de várias histórias bem interessantes, respondo à dúvida que os mais atentos já se interrogaram: "Afinal para que colocou ele uma foto da Noruega (Mjodfjell) no cabeçalho?"
Simples, foi "apenas e só" a minha primeira viagem para fora de Portugal, isto aos 27 anos, já que como não nasci em berço de ouro, tive de lutar para poder dar largas a um sonho, mesmo que "tarde".... Foi uma viagem que me marcou, sendo um ponto de viragem na minha vida, já que além da beleza Natural desta país nórdico, vi que Portugal apesar de ser muito pequeno, é reconhecidamente um país valoroso e com potencial. Imaginem um país onde a qualidade de vida é tal que não têm demasiadas chatices, onde por exemplo o comboio que faz Oslo/Bergen não é tão confortável como o nosso Intercidades! Porquê? Porque eles investem na qualidade de vida, não lhes interessa TGV´s como "nós", elefantes brancos a rodos e politiquices ridículas. A diferença entre a Noruega e Portugal, para mim reside a qualidade dos políticos ou falta dela, sendo que em Portugal estamos cada vez pior, clientelismo, interesses, luvas e sacos azuis, etc...
Se fosse o homem mais rico do mundo, pagava uma viagem a todos os portugueses que ainda não foram lá fora, conhecendo outros países conhecemos melhor a nossa identidade e damos mais valor ao nosso país, este belo Portugal!!
Poque continuamos a pactuar com esta situação? dizemos que está mal, mas quando chegam as eleições os aventais e as canetas mandam.... Triste é saber que um partido político em local conhecido diz aos "velhotes" que se não votarem neles, os mesmos ficam sem reforma, acreditam?!
Já andei num dos países mais avançados do mundo e já estive num dos mais atrasados, Cabo Verde, mas mesmo este último tem os seus encantos, que são muitos, vos garanto. E conheço como poucos Alvaiázere, tanto a vertente humana como natural, desta forma estou particularmente à vontade para falar e tentar mudar as coisas para melhor!!

O que me leva a criar este espaço, não é o facto de ser mais um blog onde nos lamentamos e falamos do nosso patético dia-a-dia, é sim o de falar de defender uma causa que é de todos nós, mesmo que isso tenha consequências na nossa vida... O meu compromisso é o de criar um espaço livre de interesses partidários ou de lobbys de qualquer tipo, a bem do futuro do nosso país, em especial da região onde vivo. Irei falar sobre questões pertinentes, discutir construtivamente e de forma fundamentada questões das quais estou à vontade para falar, irei convidar pessoas de várias áreas (científicas ou não) para discutir aspectos importantes, que alguns clientelistas tentam a todo o custo impedir, sublinhando o que realmente interessa e fundamentando sempre tecnicamente e éticamente os temas. Desta forma não tolero neste espaço indivíduos conhecidos como o "nosso amigo" ariques, ou mesmo amigos da tasca, os quais apenas fazem perder tempo e dinheiro ao país e ao contribuinte...
Todo o knowhow que aprendi e apreendi não só em Alvaiázere nos últimos três anos, mas também em incursões à Suiça, Eslovénia e Grécia, onde apresentei o resultado da minha investigação sobre Alvaiázere (e não só) paga do próprio bolso, vou disponibilizar ao vulgar cidadão. "A essência do conhecimento consiste em aplicá-lo, uma vez possuído - Confúcio, 551, 459".
É acima de tudo revoltante ver um território que tem muitas potencialidades, ser destituído da sua maior valia, o seu património, seja Natural, construído ou a própria cultura!! Apresentei soluções, apenas de deram negações, os motivos? Capricho, mero capricho....
Uma das maiores mentes de Alvaiázere (Professor Catedrático) disse-me outro dia via mail: "Não é preciso destruir o património para trazer desenvolvimento", brilhante!! É precisamente este o meu objectivo, continuar a mostrar o potencial que temos e continuar a apontar as soluções, já que a roda já existe, não é preciso inventá-la e com isso destruir os valores que temos...
Alvaiázere e as Terras de Sicó têm coisas de valor inimaginável que noutros países já estariam a render divisas e garantir postos de trabalho, aqui são apenas um entrave para as mentes destes pseudosabichões que nada sabem do que é feito este território e que pensam que são "pau para toda a a obra" Há uma expressão que me é muito querida neste momento, a de que o "poder dos feiticeiros assenta na ignorância dos seus pares", dito isto, a minha tarefa será a de informar e transmitir o conhecimento sobre a temática do desenvolvimento sustentável, para que os cidadãos (os seus pares) não se deixem enganar por gente sem ética, que se vende aos grandes grupos de interesses (ou a associações de caçadores....), que vendem a sua herança por meia dúzia de dinheiros) como o meu amigo Gustavo disse outro dia no youtube. O que vos posso garantir é que com tudo o que já fiz até agora, os pseudofeiticeiros estão a perder a sua força, já que a verdade está aí.... Os dias do fim da mentira estão próximos, é uma guerra dura e vai ser longa, mas mesmo que não ganhe a guerra (há tanta sujidade...) já ganhei muitas batalhas e irei ganhar muitas mais, a diferença é que conto com cada vez mais pessoas não do meu lado, mas do lado da verdade!!!
Espero que com esta contribuição a nossa região possa caminhar no melhor caminho e.... apertem os cintos, vai ser uma viagem memorável!!!

Antes de começarmos esta viagem memorável fica o meu canal do youtube, onde além dos vídeoa que já tenho, irei colocar muitos mais sobre situações pouco claras, doa o que doer:
http://br.youtube.com/joaopauloforte

Para as mentes menos iluminadas, digo apenas que isto vai ser um forte ataque contra a mentira e contra a inconpetência (até pessoas de entidades inovadoras se riem com tamanhos disparates...), portanto não se façam de coitadinhos a dizer que isto é algo pessoal, quando não o é!! Podem enganar o infeliz que por acaso é iletrado e "não sabe do que o mundo é feito", podem também enganar os lambe-botas, clientelistas, corruptos e por aí adiante... a mim e muitos outros não!!!

Deixo apenas algumas linhas mais emblemáticas que me (considero que são dedicadas à causa e não a mim enquanto individual..) foram dedicadas no youtube, uma pequena parte das pessoas conheço, outras não:

"Desconhecia por completo a situação até hoje, altura em que fui alertada para os seus vídeos. Precisamente por isso, abstenho-me de tecer quaisquer comentários aos factos que denuncia mas não me privo de modo algum de lhe dirigir aqui sinceros elogios pela sua postura frontal, honesta e muito digna, mais ainda quande se debate por uma causa que não é só sua mas sim de todos nós!"

"Pemita-me ilustrar o episódio com esta frase: "O mundo é um lugar perigoso de se viver, não por causa daqueles que fazem o mal, mas sim por causa daqueles que observam e deixam o mal acontecer." [Albert Einstein]
E já agora termino com uma outra... "Nossa recompensa se encontra no esforço e não no resultado. Um esforço total é uma vitória completa." [Ghandi]
Independentemente do resultado, sinta-se desde já um grande vencedor!!"

" Obrigado pelo que estas a fazer pela minha terra... Força"

" Força ! nao te cales .... o que estaõ a fazer a nossa serra é uma vergonha!"

" muito bom este video serve para destapara a careca a muitas coisas"

"Faz falta a este país mais pessoas como o João... e menos como o Sr. Ariques! É preciso ter muita coragem e frontalidade para fazer o que o João está a fazer, denunciar um crime...porque é isso que está a acontecer em Alvaiazere. João já és o nosso herói!"

" Se neste pais houvesse mais pessoas como o João Forte, a corrupção não seria aquilo que alimenta os nossos políticos!
Parabéns João, pela coragem, humildade e lição de vida que estás a demonstrar e esses palhaços que só pensem no dinheiro que conseguem à custa do povo e da qualidade de deste!
A RUL (residência universitária do Lumiar da Universidade de Lisboa)está contigo!"

"É pena que se tenha acabado com aquela tradição popular de malhar o Judas, porque tu Ariques, eras um bom candidato. Vendes a tua terra, a tua herança, o teu património, por meia dúzia de dinheiros, mas na realidade aquilo que tu vendes é a alma ao diabo.
Quanto ao ser ou não funcionário publico, tu és um bom exemplo do que não deve ser um funcionário publico, e se para não ser como tu o João o tiver de ser, ainda bem."

" Força conta com os alvaiazerenses!
A VERDADE acima de tudo doa a quem doer!!!"

" Parabens! Admiro a coragem de quem dá a cara na 1ªpessoa.
Parece-me que o youtube começa a prestar um verdadeiro serviço público, independente dos interesses vários, ao inverso dos meios de comunicação tradicionais que todos subsidiamos e se rendem ao beija mão dos intitulados "Sr. Doutores""

Palvras para quê? Ser-se uma pessoa simples é tarefa dura neste país, mas eu sou assim mesmo, não me vendo custe o que custar, a verdade é só uma... por mais dinheiro que a tente mascarar!!!

Assuntos de interesse para todos nós vão ser discutidos numa base bem regular neste espaço, brevemente a história das azinheiras vai ser bem explicada neste espaço, livre de pressões... (Para desespero de alguns!!)

Deixo também uma muito má notícia para os grandes interesses instalados em Alvaiázere, Terras de Sicó e Portugal inteiro, que este mês (Fevereiro) vai surgir o site da Greenpeace Portugal, sem dúvida mais uma chatice para esta gente de competência duvidosa que nos (des)governa!!
Imaginem qual será um dos temas que vou "fazer aparecer" na Greenpeace Portugal??


Aproveitem os recursos (fotos, informações, pedestrianismo, etc) que disponibilizarei neste blog e votem nas sondagens que vou fazendo, o espectáculo vai começar nos próximos dias...