domingo, 22 de fevereiro de 2015

Um Núcleo Museológico e Etnográfico por dia, nem sabe o bem que lhe fazia


Já são alguns, mas ainda há espaço para outros mais. Os Núcleos Museológicos e Etnográficos podem ser uma enorme mais-valia para a região de Sicó, claro que desde que bem geridos. O espólio existente é gigantesco, por isso há que criar mais espaços como este para colocar e divulgar todo este património.
No dia em que visitei a Redinha este espaço estava fechado, sendo a desculpa perfeita para voltar um destes dias. Melhor ainda será fazer um roteiro por todos os Núcleos Museológicos já existentes na região de Sicó. Há pouco tempo abriu um outro, no Alvorge, Ansião. Já agora, quantos de vós sabem que existem destes espaços pela região de Sicó?
Por vezes vejo pessoal mais velho do que eu, ou até mais novo, a dizer que dificilmente as pessoas se interessam por estas coisas. Por vezes tenho de dizer a este mesmo pessoal que se houver pessoas com capacidade para dinamizar e com o dom da palavra, as tais pessoas que não estão interessadas nestas coisas se começam a interessar pelas mesmas. É óbvio que há pessoas com capacidade, é óbvio que há pessoas com o dom da palavra, pessoas já com muita idade que gostavam de transmitir a sua experiência de vida em tempos onde a vida era bem diferente. Há que aproveitar tudo o que de bom esta região tem e potenciar a mesma. A nossa maior riqueza é a especificidade de cada lugar, as suas tradições e a sua forma de estar num território ímpar. A nossa maior pobreza é desprezar este património e tentar comprar ilusões, muitas vezes embrulhadas em projectos chave na mão...

Sem comentários: