terça-feira, 8 de julho de 2014

Quintinhas de Sicó: small is beautiful!


Regresso então para o segundo episódio do "Quintinhas de Sicó", as afilhadas das "Quintas de Sicó, pois afinal, e parafraseando uma conhecida expressão, small is beatiful. Ou seja, não é preciso ser uma grande quinta, em termos de dimensão, para ser algo de mágico, bonito ou simplesmente um belo edifício para habitar.
A grande maioria das vezes o que acontece a casas como esta é pura e simplesmente a sua destruição, perdendo-se a mística do edifício. Em vez de se acrescentar valor à coisa, reabilitando-a, deixa-se ficar apenas parte das paredes mestras e faz-se por cima das mesmas, desvirtuando "a coisa". Resumindo, perde-se a identidade regional. Para mim a identidade é tudo!
Na região de Sicó temos muito edificado como o que a fotografia ilustra, daí eu mais uma vez alertar para a importância da reabilitação deste edificado, sem perturbar a traça, claro. A casa é pequena? Sim, não é muito grande, mas será que precisamos de casas tão grandes? E não poderemos nós aproveitar melhor os espaços interiores? Imaginem o fabuloso que será aquele espaço, escondido atrás daquela janela lá em cima!
Não fará mais sentido recuperar o bom que temos, usufruir deste espaço e fazer a ponte com o espaço em redor? Ou seja, usufruir dos espaços interiores e exteriores? Para quê uma sala gigante se temos a sala Natureza? Porquê passar tanto tempo fechado em casa, quando afinal temos tanto para visitar e usufruir em vez de estar em casa sem nada fazer, muitas vezes à frente da tv a ver lixo televisivo?!
Precisamos de reabilitar/recuperar este edificado. Precisamos de casas como esta, com quintais grandes em vez de casas grandes e quintais pequenos. Precisamos de pensar por nós próprios e menos pela cabeça dos outros, as quais trazem muitas vezes ideias estereotipadas. Em vez de gastarem 100 000 euros num apartamento ou 120 000 euros numa casa nova, comprem uma destas e reabilitem-na. Ainda vão ficar com dinheiro no bolso e um imenso potencial de alegria e paz interior!
No próximo vosso passeio, estejam atentos...

Sem comentários: