domingo, 23 de novembro de 2008

Pugnar pela educação ambiental e cívica!

Os que me conhecem já sabem que uma das coisas em que mais aposto é a educação ambiental, algo que se pode incluir na clássica educação cívica, é algo que tem avançado a olhos vistos nos últimos anos e que demonstra que afinal há temas que começam a ser implementados por entidades públicas e privadas no dia-a-dia do cidadão, mesmo apesar de já avisarmos da importância deste facto há décadas. Passado todo este tempo é com enorme orgulho que constato que gestos simples, mas de enorme importância para a sustentabilidade ambiental, começam a entrar na mentalidade da sociedade.
Desta vez trago-vos dois exemplos de notável sucesso no que concerne à mudança de mentalidades e de paradigmas em termos de educação cívica, onde afinal entra a educação ambiental. O primeiro exemplo é um filme (documentário), o qual depois de ter tido o privilégio de visionar fiquei completamente espantado com a sua qualidade, isto mesmo tendo em conta o facto de eu ser alguém que já viu muitos filmes e documentários em cinema e com isso ser muito crítico em relação aos mesmos, ou seja, poucos são os que realmente me fascinam, pois a qualidade de um filme não se vê pelos milhões que se gasta no mesmo, mas sim no enredo e no conteúdo.

Este filme (11 hora) passou despercebido a muitos, já que outro houve que concentrou as atenções, quem não se lembra do filme "uma verdade inconveniente"? Sem dúvida que foi um filme marcante, mas quanto a mim do ponto de vista pedagógico não teve a mestria de conseguir passar a mensagem essencial e que apenas se centrou na questão das alterações climáticas. Neste âmbito há algo que vocês devem reter, quando pessoas como eu pugnam pelo ambiente não quer dizer que estejamos a defender apenas e só o planeta onde vivemos, estamos sim a defender tudo aquilo que este planeta tem de belo e que nos permite subsistir nele, o planeta continuará independentemente do que façamos, mas o mesmo já não se pode dizer da espécie humana, caso não tomemos medidas que permitama a continuação do nosso modo de vida (de uma forma sustentável) quem está em risco somos nós e não o planeta, é bom que entendam esta mensagem!

Numa sondagem que a Greenpeace fez aos ciberactivistas como eu, foi-nos questionado sobre qual seria o nome com que o novo balão de ar quente que seria baptizado, pois bem eu votei no nome "One world", algo que demonstra bem o que quero referir, planeta há só um, se alterarmos as condições que o planeta nos dá para que tenhamos condições de viver nele, o nosso futuro não será nada risonho...

Voltando ao filme que quero salientar, o 11ª hora, sugiro antes de mais que vejam o trail deste que consta no link oficial - http://wip.warnerbros.com/11thhour/ - . A minha humilde opinião é de que é um documentário brilhante que fala de forma transversal sobre a problemática ambiental e como poderemos nós fazer para melhorar o nosso futuro, sabiam que podemos reduzir a nossa pegada ecológica em 90% sem que para isso tenhamos de prescindir de muito do que temos? Pois é, se calhar não sabem, isto porque alguém passa mensagens estereotipadas....

É sem dúvida um filme (documentário) que aconselho vivamente, eu pessoalmente fiquei estonteado com a qualidade e pedagogia do mesmo. E sem pensam que são "malucos" a falar da problemática ambiental, enganam-se, podem ver e ouvir pessoas como o Mikael Gorbachev e o génio da matemática americano (tetraplégico) que alguns de vós conhecem, sinceramente vão ficar surpreendidos com esta maravilha cinematográfica. Para quem não souber, nas bibliotecas municipais de Ansião e Alvaiázere existe o dvd que podem visionar, fica o desafio!
Se o cidadão estiver devidamente informado das suas responsabilidades e direitos, este pode contribuir de forma decisiva, e a várias escalas, para a melhoria da sua vida e do local onde vive, neste caso a região de Sicó (apesar de saber que este blog tem uma abrangência muito maior..)
O segundo exemplo que quero referir, é algo de diferente mas igualmente brilhante, uma forma de passar a mensagem de uma forma pedagógica e que agrada a miúdos e graúdos. O link que agora vos deixo foi-me enviado por um amigo e já o reenviei a muitos dos meus amigo/as, já que é algo realmente fabuloso:



http://www.animalssavetheplanet.com/

Neste site têm disponíveis uma série de clips que aconselho, todos diferentes, mas todos igualmente brilhantes, mesmo quem tem filhos pequenotes deverá achar estes clips uma boa "prenda" para os reguilas!

Nesta região já vi alguns bons exemplos no que concerne à mudança de mentalidades neste domínio e já referi alguns, sejam de boa vontade ou por "pressão pública" há que referir este facto e dizer-vos que se querem um mundo melhor, só têm de pugnar pelo mesmo, começar pela região de Sicó é um bom passo, pensar global agir local!

Sem comentários: