quarta-feira, 16 de abril de 2008

O problema ambiental da deposição ilegal de pneus: um exemplo em Penela

Desta vez rumo até ao concelho de Penela, onde num local já conhecido de muitos, numa situação que foi denunciada, numa área muito bonita, alguém se dignou cometer este crime ambiental. Se isto ocorresse perto da casa de alguém influente, não teria estado tantos anos sem ser resolvido, isto num país que curiosamente tem capacidade de reciclar todos os pneus que utiliza e onde já há boas soluções para este tipo de resíduos. Quando refiro boas soluções não digo a "valorização" energética, mas sim a utilização da borracha em pisos de estradas (diminui consumos, diminui tempo de travagem, etc) e em muitas outras soluções que já existem!

http://recicla.wordpress.com/2007/11/29/o-uso-da-reciclagem-na-construcao-civil/

http://www.netresiduos.com/cir/contactos/fichas/recipneu.htm

http://www.quercus.pt/scid/webquercus/defaultArticleViewOne.asp?categoryID=567&articleID=1963


Nesta primeira figura podem observar a interligação entre o que vemos e o que não vemos, ou seja, solo e subsolo (dito de uma forma genérica, claro). Estando nós numa região cársica toda a poluição que produzimos infiltra-se, pois os calcários fracturados assim o permitem. Isto sem falar nos aquíferos que passam por debaixo de nós (um deles é de alta produtividade...).
Observando esta figura fantástica, facilmente podem percepcionar que o que fazemos de mal tem consequências muito directas e rápidas sobre a nossa vida, por isso urge acabar com situações como esta, este é apenas um exemplo que demorou anos a ser parcialmente resolvido.





Ficam aqui as fotos da situação que ocorreu na Cumieira, quando lá passarem parem e pensem...











Para quem tiver dúvidas sobre onde denunciar situações como esta fica o local indicado:

http://www.gnr.pt/portal/internet/sepna/12.denuncias/form_sepna.asp

Garanto-vos que é muito útil e tem resultados!!

Caso tenham dúvidas estejam à vontade, no que puder ajudar...

Bom trabalho!!

Sem comentários: