sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

O meu tesouro num documentário internacional sobre ambiente



Lá no fundo a expectativa existia, no entanto confesso que não estava à espera que ali surgisse. O convite para uma contribuição para este documentário foi feito no Verão, via twitter, e tive muito pouco tempo para elaborar o mini-"filme" de 3 minutos sobre clima e a região de Sicó. Mais ainda, tinha apenas uma velha máquina fotográfica que por acaso tem a opção de filmar. Juntando a isto o facto de não ser um especialista em filmagens, tudo levava a crer que a minha humilde filmagem não seria escolhida entre as 800 a concurso, vindas de 45 países. Preferi apostar em algo diferente, ou seja os incêndios florestais, talvez daí a escolha dos editores.
O nome do documentário é "Our beloved treasures", portanto nada melhor do que escolher um dos meus tesouros, a região de Sicó. É incrível o impacto que a nossa acção, enquanto cidadãos interessados na salvaguarda da Natureza, pode ter. Digo isto porque este documentário é internacional e foi mostrado, entre outros, na Cimeira do Clima, em Paris. Foi 1 minuto do outro mundo, literalmente. Pode parecer pouco, pode parecer insignificante, mas diria que estou bastante satisfeito com o feito. É uma alegria daquelas grandes, isso vos garanto.
O meu (nosso) minuto surge sensivelmente aos 37:15, no entanto peço-vos que invistam 51 minutos da vossa vida a ver algo realmente importante. A transversalidade deste documentário é surpreendente!
É realmente uma sensação deveras estranha, ver, no final, "com a contribuição de (entre outros) João Paulo Forte".


Sem comentários: