quarta-feira, 20 de abril de 2011

Onde posso estacionar a minha bicicleta sff?


Pode não ser o mais bonito, nem o mais prático, mas é mesmo um local para estacionamento de bicicletas, sendo ao mesmo tempo coisa muito, mas muito rara na região de Sicó. Pessoalmente não conheço mais nenhum local onde se possa estacionar uma bicicleta, algo incompreensível numa região onde nos últimos anos se deu novamente um boom de bicicletas.
O estacionamento que vêm na foto é nos Bombeiros Voluntários de Ansião, tendo sido criado em 2010 e sendo mais uma prova notável da abertura que esta corporação tem para questões tão importantes como a mobilidade espacial, promovendo desta forma a utilização da bicicleta. Há ainda muito a fazer, mas neste domínio está dado, desde 2010, o mote inicial, algo a louvar.
Não compreendo porque é que ainda não há dezenas de estacionamentos de bicicletas na região de Sicó, nomeadamente em algumas sedes de freguesia, ou mesmo escolas. Não ocupa espaço, não incomoda e é saudável!
Em 2005 dei esta mesma sugestão a um autarca da região, a resposta dele foi tipo frete, "só se for nas escolas", algo que me surpreendeu pela negativa, sendo ele uma pessoa que na teoria era bem dada à questão desportiva...
Se me vierem com aquela história do não há dinheiro, não aceito a desculpa, ainda não há estacionamentos de bicicleta porque a mentalidade que está enraizada na maior parte das mentalidades é a de que o carro é que é bom e nem vale a pena pensar nisso, é este o sentimento que reina aqui na região. A bicicleta ainda é vista como um meio de transporte reles, que só é utilizado pelos tesos (pobres) e é visto com um sentido depreciativo tal que basta o olhar para o denunciar, tipo passo num local e olham para mim, dizendo apenas com o olhar "olha, ali vai o teso".  
Quando venho a Ansião (de comboio até Pombal), mais aos fins de semana, faço da bicicleta o meu meio de transporte principal e não tenho qualquer tipo de problema com isso, muito pelo contrário tenho todo o orgulho. Quando vou para o trabalho, durante a semana vou de bicicleta (portuguesa!), não me preocupando se a gasolina está ou não a 1 euro e 60 cêntimos, e descontraindo durante o trajecto diário. 
Agora que o tempo começa a ser mais favorável para tirar as bicicletas do "armazém" pensem bem se não vale a pena deixar o carro em casa, já que para muitas deslocações é a melhor opção. Apesar de ser certo que por vezes não há outra solução senão o carro, muitas vezes há a possibilidade, mas a mentalidade comodista infelizmente ganha demasiadas vezes...
Resgatem as vossas bicicletas às teias de aranha, ponham um riso na cara e vão para a estrada com elas, tendo o óbvio cuidado com alguns malucos da estrada que por aí andam e não respeitam os velocípedes, é o repto que vos lanço!

Sem comentários: