terça-feira, 22 de outubro de 2019

Isto não é o "faroeste", sabiam?


Por mais experiência que tenha no ramo de descobrir coisas estranhas, há sempre algo mais para me surpreender. Esta situação passa-se a escassos metros de uma antiga pedreira, situada ao lado do IC8, em Ansião. E é realmente curioso ver como é que alguém faz isto, pensando, quiçá, que ninguém vai reparar...
Há uns meses lembro-me de saber, através das redes sociais, da venda de um terreno que fazia parte da área de exploração da antiga pedreira, onde se situavam edifícios de apoio à mesma. Lembro-me também de um muito estranho negócio que foi a passagem de um troço de uma estrada municipal para a posse de um privado. Tudo num secretismo muito estranho, que passou ao lado do conhecimento público.
A juntar à festa, eis que o novo proprietário eventualmente achou que seria fixe fazer o que se vê na foto, ou seja fazer um desaterro e meter ali uns postes para fazer uma ponte. Isto sem qualquer autorização, facto que torna a coisa grave... No que concerne a linhas de água, não se pode fazer o que se vê na foto, pois há regras a cumprir. Só por si já é algo que me preocupa, mas há algo que me preocupa ainda mais, ou seja a presença de veículos em fim de vida por ali. O que tem de mal? Vejamos, infiltração de óleos para a linha de água e do rio Nabão. É um potencial foco de poluição, e não é de menorizar, pois os óleos são altamente poluentes!
Por esta altura o caso já deverá ter sido alvo de fiscalização, de modo a repor a legalidade e a ordem. Ansião não é o "faroeste" e eu sou muito sensível quer a questões ligadas ao (des)ordenamento do território bem como a questões ligadas à poluição e afins. Agora resta a quem cometeu a ilegalidade colher o que semeou...

Sem comentários: