sábado, 6 de outubro de 2012

Agricultar na região de Sicó: uma de muitas oportunidades por potenciar...


Numa altura em que muitos passam dificuldades, nada melhor do que relembrar a todos da importância que é a agricultura de subsistência, ou seja, a nossa hortazinha. 
Não é da horta comum que quero falar, pois em Sicó são ainda muitos os que a têm e ainda mais os que sensivelmente nos últimos 2 a 3 anos voltaram a pegar na enchada. Quero sim falar dos muitos terrenos, com aptidão agrícola, que estão ao abandono e que poderiam estar a ser utilizados. Esta utilização poderia ser um excelente compromisso entre um rendimento extra de muitas famílias, e a produção de produtos agrícolas de qualidade que poderiam ajudar a abastecer cidades próximas como são o caso de Coimbra e Leiria. Ganhariam todos com isso e ganharia o país, já que estaríamos a aproveitar o que é nosso. Evitaríamos ter de recorrer a produtos vindos de, por exemplo, da "cidade de plástico" (Sul de Espanha, perto de Múrcia) uma imensa "cidade" de estufas que se prolonga por dezenas de km. Depois de por lá passar, há coisa de 2 anos, fiquei chocado com o cenário...
Voltando a Sicó, é um facto de que temos potencial que chegue e que sobre no domínio da agricultura de qualidade. Temos ainda uma certa protecção perante a agricultura massificada, facto permitido pelo minifúndio, o qual até considero que seja um mal necessário para a protecção de Sicó no que concerne a alterações de fundo a nível de paisagem, muitas vezes desvirtuadoras nato da paisagem. Isto tudo em prol de interesses que apenas se interessam pelo dinheiro. Felizmente que o minifúndio ainda protege Sicó, mesmo apesar de alguns problemas que não importa aqui destacar agora.
Será que muitos dos que tanto se queixam, e que têm afinal tanto tempo livre, não se poderiam dedicar a este importante complemento que é a agricultura, sabendo que temos condições para uma agricultura de qualidade? Isto ainda mais sabendo que poderia ser uma agricultura que não necessita de químicos e de OGM´s!
Este é um segmento que não está minimamente potenciado e que nem mesmo as entidades públicas têm tido a capacidade de potenciar. Será que ninguém compreende que estamos perante mais uma de muitas oportunidades?
Fica então mais uma adenda a um tema tão importante como é a agricultura na região de Sicó. Lembrem-se também que foi precisamente a agricultura que moldou a bela paisagem que nos dias de hoje ainda podemos desfrutar nesta bela região, Sicó. Se não promovermos as actividades que também embelezam a nossa região, estaremos a permitir que esta desapareça e a abrir caminho a interesses predatórios que nos querem espoliar das nossas riquezas, tudo para ganhar uns míseros tostões...
São estes mesmos interesses predatórios que nos fazem acreditar que a vida no campo é para gente pobre de espírito e que isso significa atraso em termos de desenvolvimento. Resta-nos ajudar a contrariar esta gentalha, a mesma que nos levou à situação actual!

Sem comentários: