quarta-feira, 13 de junho de 2018

Arboricídio a regra e esquadro...


Depois de ter tido conhecimento desta situação, no Alvorge (Ansião) a primeira coisa que me apetece propor é que quem fez esta "limpeza" seja não só responsabilizado pela asneira que fez, bem como ser obrigado a ser acompanhado por um engenheiro florestal, botânico ou afins, de modo a não fazer mais asneira.
Soube disto através das redes sociais e pedi autorização para utilizar estas fotos, as quais foram postadas por uma cidadã lesada por esta acção imbecil.
É um problema que tem ocorrido um pouco por todo o país e que se agravou com aquela tal lei, feita à pressa, e com fins meramente de propaganda política e pouco mais, de modo a evitar novas tragédias como as que ocorreram em Junho e Outubro últimos. De resto está tudo igual, pois não se foi ao cerne da questão.


Limpezas deste tipo não podem ser concessionadas à hora (pagamento à hora). Este tipo de trabalho tem de ser pago na base da competência e da qualidade do trabalho. O que se vê nas fotos é borrada e da grande. Quem fez este serviço comigo nunca mais trabalharia, pelo menos até provar que é competente para este tipo de serviços, que exige conhecimento e respeito pelos valores em causa.
Se fosse nas bermas de uma auto-estrada, fazia sentido que fosse a regra e esquadro, contudo não estamos numa auto-estrada, mas sim na floresta de Sicó.


À hora que escrevo este comentário sei que as entidades oficiais já foram ao terreno, depois de alertadas para esta situação. Tendo em conta os esclarecimentos, julgo que situações deste tipo serão mais difíceis de acontecer. Resta agora tirar ilações do que se passou e pugnar pelo cumprimento das boas práticas neste domínio. Aqui, também, se vê a falta dos Serviços Florestais...
Tem sido demasiadas as árvores abatidas ou irremediavelmente afectadas por limpezas feitas a regra e esquadro, por máquinas que cortam tudo o que aparece, sem distinções nem atenções...
Isto já para não falar da madeira roubada por alguns ou retirada por outros numa de chico espertismo...


E o derrubar de muros antigos também não é aceitável, seja de que forma for. Resta saber se os muros, ou pelo menos as pedras derrubadas vão ser repostas no seu devido lugar.


Sem comentários: