quinta-feira, 8 de junho de 2017

Voltei ao Alvorge e fiquei... emporcalhado!


É um assunto tremendamente incómodo para as pessoas e entidades envolvidas nesta questão. É uma questão que se arrasta há vários anos, sem que se tenha feito algo para acabar com este atentado ambiental.
Em Abril de 2016, a Provedora da Santa Casa da Misericórdia do Alvorge, Srª Maria Luísa Ferreira, afirmava que, e passo a citar "a água sai límpida para uma linha de água". Foi uma afirmação que, de facto, não correspondia à verdade, sendo apenas uma defesa, diga-se muito mal montada, de quem tem responsabilidades pela situação. Chegou ao cúmulo de negar a poluição, imagine-se...
Há também co-responsáveis, neste caso a Câmara Municipal de Ansião, que fez um "esgoto" para terra de ninguém, sem qualquer ligação à rede de saneamento.


Até agora nada se fez para resolver este grave problema, facto que me preocupa tendo em conta o enorme potencial de contaminação dos aquíferos. Não sei o nível de contaminação dos mesmos, contudo, e enquanto geógrafo físico ligado à temática do carso (calcários), estou profundamente preocupado com esta situação. Casos como este são graves, mas em meio cársico são particularmente graves, dada a susceptibilidade à poluição do mesmo.
Para que conste, estas fotografias foram tiradas há poucas semanas...


Seria particularmente interessante promover-se um debate público onde estivessem presentes a Srª Maria Luísa Ferreira, o Sr. Rui Rocha (actual Presidente) e o Sr. Fernando Marques (ex. Presidente, actual candidato do PSD e político sempre apoiado pela Srª. Maria Luísa Ferreira). 


Ao contrário do que alguns possam pensar, esta questão não está fechada, muito pelo contrário e a duas frentes. Numa frente a nível legal e noutra frente a nível político. E o "maravilhoso" disto é que este é ano de autárquicas, onde questões como esta costumam ser bastante comprometedoras para quem contribuiu para elas, por isso é um tema que irei destacar nos próximos meses...
Esta é uma situação que está acima de politiquices mesquinhas. Esta é uma situação que coloca em risco a saúde pública, dada a contaminação dos aquíferos. Esta é uma situação inaceitável, daí eu vos pedir que partilhem este comentário. Ao partilhar estão indirectamente a ajudar a que a situação se resolva. E já agora, para os ansianenses, questionem todos os candidato/as às autárquicas, sem excepções, sobre esta situação. E se alguém recusar o debate, lembrem que dia 1 de Outubro é dia de "ajustar contas".
Só para finalizar, se ouvirem a Srª Maria Luísa Ferreira, o Sr. Rui Rocha ou o Sr. Fernando Marques a opinar sobre a componente técnica/ambiental desta questão, digam-lhes que não têm competências na matéria e que deixem isso para os especialistas.
Para o pessoal do Alvorge, não tenham receio, pois mesmo para os que não querem ter problemas, vocês podem ajudar a resolver o problema, nem que seja "apenas" através do voto.


Sem comentários: