sexta-feira, 22 de março de 2019

O definhar do comércio local: ronda pelas lojas vazias em Pombal


É um tema complexo que, na prática, passa ao lado de muitas pessoas. Esta imagem representa esse tema, ou seja o comércio tradicional ou de proximidade. Se calhar alguns pensam que não vale a pena debater esta questão, contudo eu considero que é uma das questões mais importantes para debater. Antes de dizerem que eu estou errado façam uma coisa simples, dêem uma volta por exemplo pela cidade de Pombal, olhando para as centenas de espaços como o da foto, vazios e à espera que alguém se lembre de criar um negócio para ali implantar. Depois de uma volta pela cidade, verão que o cenário é um bocado assustador, com  centenas de lojas vazias, à espera de dias melhores.
Não há fórmulas mágicas para resolver este problema, há sim causas que levaram à situação actual. Desconheço se há ou não um estudo sobre esta temática em Pombal, mas caso não exista, era bom que as entidades públicas se lembrassem de fazer um trabalho de fundo, o qual permitisse analisar esta questão com olhos de ver. O comércio tradicional ou de proximidade é fundamental para os espaços urbanos e para a sua economia, que nem sangue nas veias.
Uma das coisas que noto é que falta alguma criatividade por parte das entidades públicas na hora de ajudar à dinamização do comércio local. Há algumas soluções que podem ser postas em prática, mas para isso há que pensar de forma diferente...

Sem comentários: