quarta-feira, 18 de abril de 2018

Adivinhem onde é...


Não, não é onde alguns pensarão à primeira vista, daí um dos interesses em destacar a questão dos topónimos, concretamente nomes de ruas e afins.
Há umas semanas, num dos meus mergulhos no território Sicó, descobri algo que desconhecia. Porquê?  Talvez porque ir sem rumo definido é uma das melhores formas de descobrir Sicó. Gosto de ir sem rumo e ir devagar, parando e observando os pormenores que passam despercebidos numa altura em que andamos demasiado depressa do ponto A para o ponto B.
Fiquei surpreendido quando me deparei com este topónimo, especialmente num local onde não o esperava. Sei que há uma história por detrás e estórias por contar, daí daqui a mais uns tempos ter um motivo específico para visitar este lugar e falar com os populares...

Sem comentários: