quarta-feira, 5 de agosto de 2015

Será que concessionar serviços é a melhor solução?!


Este ano, e por três vezes, desloquei-me aos serviços da Câmara Municipal de Ansião, de forma a alertar para situações ou de desperdício de água, ou de perigo para os peões. A primeira situação foi a de uma torneira que estava a perder diariamente dezenas de litros de água, já que tinha uma fuga. Esta situação foi prontamente resolvida pelos serviços camarários.
A segunda situação foi próximo da primeira, no Moinho das Moitas. Tratava-se de dois ou três buracos situados em plena via pública (passeio). Eram locais onde era suposto terem levado postes de iluminação mas que, por um qualquer motivo, nunca foram colocados, tendo ali ficado os buracos durante anos a fio sem que nenhuma pessoa do bairro fosse dar conta deste perigo à Câmara Municipal de Ansião. Mais uma vez a situação foi resolvida em poucos dias, para meu contentamento.
Eis que chega a terceira situação, um ponto de rega automática que estava a perder dezenas de litros de água todos os dias à noite, aquando da rega, às 23:38. Dei igualmente conta desta situação há várias semanas, mas, curiosamente, nunca foi resolvida. Estranho? Não, já que afinal estes espaços estão concessionados a uma empresa privada, daí a demora que nunca chegou. Quem salvou a situação foi um bom samaritano que por acaso até percebia da coisa e resolveu isto em 15 minutos. Tudo isto sem encargos para o contribuinte. Foi um bom exemplo de cidadania activa. Durante semanas perderem-se ali centenas de litros de água, mas a solução chegou por quem não era suposto. 
Este é um excelente exemplo da (i)lógica que move a concessão de serviços municipalizados. Ao invés de se investir nas pessoas, e resolver os problemas, chuta-se os mesmos para empresas privadas, nas quais o que mais conta é o lucro. O resto é conversa e a água... foi-se. 
Qual a motivação de uma empresa privada para resolver rapidamente este problema? Isto, porque o rendimento já está garantido à partida...
Enquanto cidadão, agradeço ao bom samaritano que resolveu este problema!



Sem comentários: