sábado, 17 de maio de 2008

Arqueologia nas Terras de Sicó - Voluntários precisam-se!!


Há locais de valor internacional no que concerne à arqueologia por Terras de Sicó, neste caso específico em Alvaiázere. É algo que é incompreensível, acontecer que certas pessoas ditas responsáveis e que de forma tão irresponsável gritam que pugnam pelo desenvolvimento desta região, não tenham aproveitado até agora recursos fabulosos como este, que além de riqueza trazem postos de trabalho a esta região. É algo que já vem de à décadas mas que teima em continuar, fala-se muito que existe património, mas afinal isto acontece apenas quando colocados à frente de um jornalista, indo ele ou ela embora voltam as ideias estereotipadas do que supostamente é desenvolvimento....
Conheço pessoalmente a área que é referenciada neste anúncio, por isso e pelo facto de conhecer o vasto património arqueológico existente entre outros em Alvaiázere, deixo o anúncio:


ESCAVAÇÕES NO COMPLEXO MEGALÍTICO DE REGO DA MURTA
(REGIME VOLUNTARIADO)

30 de Junho a 26 de Julho e de 1 de Setembro a 19 de Setembro
(aberto sobretudo a estudantes de arqueologia)

Localização: Alvaiázere
Período: Neolítico/Calcolítico
Tipo de Estação: Dólmen de corredor
Entidade: CAAPortugal / IPT
Condições: Alojamento e alimentação (almoço e jantar)
Direcção: Doutora Alexandra Figueiredo

Todos os voluntários recebem certificado de participação.
Inscrições até 6 de Junho para alexfiga@ipt.pt
Os inscritos deverão enviar o seu currículo e o período em que se inscrevem (mínimo 15 dias).

Conhecimento a adquirir:
Escavação em open área, uso de estação total, GPS, fotografia vectorial, desenho de estruturas e cortes, análise de materiais, análise osteológica e odontológica, recolha de amostras datação e sedimentologia.

Pequena descrição do monumento:
O Monumento em estudo implanta-se numa vasta plataforma de depósito fluvial, integrado num complexo de 10 monumentos.
Arquitecturalmente, é construído por blocos de pequenos esteios em calcário, matéria-prima local, que perfazem uma câmara semi-circular e um corredor que pouco se diferencia deste e que se prolonga para SE, tal como a Anta I do Rego da Murta (localizada a menos de 500 metros).
A câmara tem de diâmetro máximo cerca de 4 metros e o corredor prolonga-se num comprimento de 3 metros por cerca de 1 metro de largura.
A sua boa preservação permite exumar uma grande quantidade e diversidade de objectos, na sua maioria intactos (vasos, um grande número de pontas de setas, alabardas, objectos simbólicos, como placas de xisto, botões em osso, contas de colar, etc.), as ossadas humanas (contando-se até ao momento com cerca de 50 indivíduos) e fauna (desde coelho, lebre, cavalo ou zebro, cão, porco, ovelha, etc.)

Sem comentários: